Publicidades

30/06/2014 | 08:53 | Geral

Cai para 7,6 mil o número de pessoas fora de casa devido à chuva no RS

Até a noite de domingo, 11.501 estavam desalojados ou desabrigados no Estado

Em Iraí (foto), 1,3 mil seguem fora de casa em função da enchente (Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS)


Mais de 3,8 mil pessoas afetadas pela enchente no Rio Grande do Sul voltaram às suas casas entre a noite de ontem e a manhã desta segunda-feira. Conforme o novo balanço da Defesa Civil do Estado, 7.665 moradores segue desabrigados e desalojados devido à elevação do nível de rios. Até o domingo, o número era de 11.501.


Apesar dos efeitos da chuva ainda persistirem na Região Norte, Noroeste e Fronteira Oeste — 62 municípios foram afetados pela enxurrada, sendo que um decretou estado de calamidade pública — a Defesa Civil aponta que cerca de um terço das pessoas conseguiu limpar suas residências e retornar ao lar. A chuva diminuiu na região, e o nível do Rio Uruguai baixou — ontem à tarde, em Iraí, o rio havia diminuído 6,5 metros. No município, o avanço do Rio Mel também deu uma trégua: as águas estão 5,5 metros acima do normal, enquanto ontem estavam mais de 8 metros.


Ao todo, 2.285 seguem desabrigados no Estado (quando preciam ser acomodadas em um abrigo municipal) e 5.380, desalojados (que ficam na casa de parentes ou vizinhos). Pelo menos 20 estradas estão bloqueadas por conta da enchente. A orientação do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) é que as pessoas liguem para o telefone 198 antes de pegar a estrada.


As cidades mais afetadas pela enxurrada no Estado são Iraí, Porto Mauá, Porto Xavier e São Borja.


ZH acompanha incursão da Defesa Civil:

Fonte: Zero Hora

Mais notícias desta categoria

07/04/2020 | 15:06

Juntos somos mais!

Publicidades


Mario Junior designer