Publicidades

19/07/2014 | 13:05 | Geral

Dilma confirma repasse de R$ 54 mi para atingidos pelas chuvas no RS

Presidente Dilma Rousseff está em Uruguaiana, na Fronteira Oeste

Dilma Rousseff participa de reunião com prefeitos de 15 municípios atingidos pelas chuvas no RS (Foto: Estêvão Pires/G1)


Após sobrevoar as áreas atingidas pelas chuvas na manhã deste sábado (19), na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, Dilma Rousseff se reuniu com autoridades da região em Uruguaiana. Durante uma reunião com 15 prefeitos da região, a presidente confirmou o repasse de R$ 54 milhões para assistêncial social e reparos na infraestrutura do estado, como estradas. Os valores foram pedidos pelo governador Tarso Genro, na quarta-feira (16), em uma reunião em Brasília.


Dilma saiu de Porto Alegre em direção à cidade gaúcha nesta manhã. A presidente disse que o governo federal enviará o valor de R$ 14 milhões para assistência social aos atingidos pelos temporais. Segundo ela, a verba chegará ao estado em sete dias. Ela afirmou, ainda, que o governo encaminhará mais R$ 40 milhões para ações de infraestrutura, mas a liberação depende de um relatório do governo estadual. Tarso confirmou que o documento será entregue em 10 dias.


"Nós tratamos de duas questões: recuperar as condições de vida da população. Os processos de urbanização levam as pessoas à áreas de risco e isso não pode acontecer", afirmou Dilma, em coletiva de imprensa.


"Precisamos tomar providências para que as pessoas não fiquem expostas. No passado houve a indústria da seca, se convive com a seca. O próximo passo é tomar medidas para conviver com enchentes", completou.


Durante a reunião, o prefeito de Uruguaiana, Luiz Schneider, pediu para que o governo federal investisse em casas volantes, prontas para serem removidas em casos de cheias de rios. "É a primeira proposta de volante que eu escuto no país. Temos que escutar as necessidades. Acho estratégico ter pontes também", salientou a presidente.


Dilma sobrevoou a área ao lado de Tarso, do secretário nacional da Defesa Civil, o general Adriano Pereira Júnior, do secretário nacional do PAC da Mobilidade, Maurício Muniz, e do prefeito de Uruguaiana.


De Uruguaiana, ela volta a Porto Alegre e a previsão é que voe para Brasília às 13h35.


Mais de 2,9 mil pessoas ainda estão fora de casa


O número de desabrigados e desalojados pelas chuvas no Rio Grande do Sul reduziu na sexta-feira (18), quando 1.488 pessoas voltaram para suas casas segundo os balanços divulgados pela Defesa Civil do estado. Com a baixa dos rios e a redução das chuvas, as famílias começam a voltar para a casa. Conforme o balanço divulgado na manhã deste sábado (19) pela Defesa Civil, ainda há 2.950 pessoas fora de casa. Dessas, 2.392 estão desalojadas e outras 558, desabrigadas.


Conforme a Defesa Civil na Fronteira Oeste, 1.430 pessoas estão desalojadas e 147 desabrigadas em Uruguaiana. O número de atingidos chega a 480 em São Borja e a 680 em Itaqui.

Fonte: G1

Mais notícias desta categoria

07/04/2020 | 15:06

Juntos somos mais!

Publicidades


Mario Junior designer