Publicidades

14/06/2019 | 11:19 | Geral | Três de Maio

Sexta-feira é marcada por protesto em Três de Maio

Paulo Marques Notícias


Centrais sindicais realizam greve geral nesta sexta-feira (14), em todo o país, contra a reforma da Previdência que tramita na Câmara dos Deputados.


A manifestação nacional contra a reforma da Previdência já estava programada há meses pelas centrais. Mas, com o decorrer do tempo, novos temas foram adicionados ao protesto, como é o caso do contingenciamento de verbas da educação. 


Em Três de Maio houve caminhada pela Avenida Uruguai, que saiu da Praça da Matriz até a Praça Henrique Becker Filho. O manifesto mobilizou professores, estudantes, bancários, públicos, trabalhadores e funcionários públicos e contou com o apoio do Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS) e do Cpers/Sindicato. 


O diretor do Cpers em Três de Maio, Marino Simon, disse que o sindicato não aceita a retirada de direitos.


- Os mais pobres não podem pagar essa conta. Essa reforma (da Previdência) vai tirar dinheiro dos trabalhadroes para aumentar a lucratividade dos bancos - afirmou o sindicalista.

Fonte: Rádio Colonial

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer