Publicidades

14/07/2019 | 18:50 | Esporte

''Era um guri muito querido'': torcedores lamentam morte de craque do Passo Fundo Futsal

Pablo Radaeli, 22 anos, morreu em acidente com ônibus da equipe na madrugada deste domingo

Torcedores colocaram uma faixa preta com a inscrição "Eterno Rada" no ginásio onde jogava a equipe campeã da Série Prata - Isadora Neumann / Agencia R


Perto das 4h da manhã deste domingo (14), o telefone de Eduarda Terres, 21 anos, tocou. Naquele instante, ela foi avisada do acidente com o ônibus do Passo Fundo Futsal, que levava os atletas e a comissão técnica de Uruguaiana até o local de origem da equipe. Durante a ligação, a integrante da torcida organizada do time foi avisada de que um dos passageiros, o ala Pablo Yago Radaeli, 22 anos, não havia sobrevivido.


— Não acreditei na hora — conta Eduarda.


Sem informações, Eduarda foi até o ginásio do time atrás de respostas. No local, ela encontrou outros torcedores que também estavam angustiados. Mais de 10 horas depois do telefonema, ela permanecia no ginásio Capingui, onde a equipe jogava. Não escondia a dor da perda. Entre lágrimas, Eduarda explicou que o jogador representava uma nova esperança para o time.


— Ele era muito próximo da gente. Todos os gols ele comemorava com a torcida. Mesmo estando há pouco tempo no time, o Radaeli se identificou com a torcida. Era um guri muito querido. Tinha uma força de vontade do time vencer, de ser o primeiro lugar, de ser o líder.


Perto dela, outro torcedor também tentava entender o acontecido. Sentado na arquibancada do ginásio, Cleovan Pereira, 32 anos, olhava para a quadra e lembrava das jogadas de Radaeli.


— Ele jogava bola com vontade, dedicava-se ao time — resume.


Logo na entrada do ginásio, uma faixa preta foi estendida em homenagem ao jogador, com os dizeres: "Rada eterno". Do lado dela, esposas e namoradas dos jogadores se reuniam entre a porta do ginásio e tela que protege a quadra. A mulher do goleiro Rafael Missio, Raquel Missio, 36 anos, contou que estava angustiada para falar com o marido. Um micro-ônibus foi fretado para levar de volta os jogadores, que chegaram à cidade no final da tarde deste domingo (14). 


— Esse momento de espera é muito complicado. Todo mundo ficou muito chocado com o que aconteceu — conta a mulher, que explica que o marido quebrou a clavícula.


O velório de Radaeli deve iniciar por volta das 21h30, segundo previsão da direção do time. O corpo deve permanecer por cerca de duas horas no local e depois será levado para Novo Hamburgo, onde vive a família do jogador.


O acidente


O ônibus que levava o Passo Fundo Futsal, time profissional de Passo Fundo, envolveu-se em um acidente na madrugada deste domingo (14) no km 430,8 da BR-472, em Itaqui. Um dos jogadores, o ala Pablo Yago Radaeli, 22 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O ônibus saía de Uruguaiana e voltava a Passo Fundo. 


Permanece internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) o roupeiro Sandi Vieira. Ele quebrou 11 costelas, sete do lado direito e quatro do esquerdo. Além disso, Sandi fraturou os dois braços e teve uma perfuração no pulmão, o que requer o uso de dreno. Ele deixou a cidade às 15h30 para ser atendido em Passo Fundo. 


Radaeli, natural de Novo Hamburgo, chegou ao clube em fevereiro e era o artilheiro do time nesta temporada, com 15 gols. Anteriormente, ele havia passado pelo Minas Tênis Clube, de Belo Horizonte, pela Associação Esportiva Uruguaianense, de Uruguaiana, e pela ASIF, de Ibirubá. 


Os atletas haviam disputado um jogo contra o Uruguaianense, pela Liga Gaúcha. Depois de perder por 4x0, retornavam de Uruguaiana. Acionados às 2h12min, os bombeiros de São Borja chegaram ao ponto onde estava o ônibus em menos de 30 minutos, quase ao mesmo tempo que socorristas do  Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). 


Segundo relatos dos soldados de plantão, o coletivo, que transportava 15 pessoas, teria saído da pista, caído em um barranco – de cinco a oito metros de altura –, na lateral da via, e tombado.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer