Publicidades

28/08/2014 | 05:20 | Geral

Custos do produtor de soja com defensivos agrícolas serão maiores na safra 2014-2015

Foto: Divulgação


Os gastos do produtor de soja com defensivos agrícolas, na safra 2014/2015, serão maiores em comparação com o período anterior, 2013/14. É o que mostra o levantamento feito pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP), em parceria com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), no Boletim Ativos de Grãos. O estudo destaca que as despesas com fertilizantes “até apresentaram queda nas principais regiões produtoras, mas, em compensação, os dispêndios do agricultor com defensivos e sementes foram muito maiores, onerando fortemente os custos”.


As maiores altas ocorreram no sudoeste de Goiás, município de Rio Verde, com o produtor gastando 30% mais para adquirir sementes de soja. Ali, a despesa subiu de R$ 196,15/ha, na safra passada, para R$ 225,20/há no biênio 2014/2015. Em relação aos defensivos agrícolas, o aumento de gasto foi de 12,3%, no período. 


Os fungicidas, segundo o estudo Cepea/CNA, apresentaram aumento de 16,3% nesta região goiana, ao mesmo tempo em que os herbicidas encareceram 13% e os inseticidas, 11%. Foram os fertilizantes que evitaram que os custos se elevassem ainda mais, registrando queda de preços de 3%, para alívio do sojicultor.


O Cepea/CNA analisou a evolução dos gastos do produtor de soja nas regiões de Cascavel (PR), Carazinho (RS), Rio Verde (GO) e Sorriso (MT). Foram considerados coeficientes técnicos coletado em painéis junto a produtores, técnicos e consultores das áreas produtivas. O algodão foi outra cultura analisada, levando-se em conta as três safras anuais. 

Fonte: Imprensa CNA

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer