Publicidades

03/04/2020 | 05:26 | Saúde

Pelo menos 1,5 mil profissionais de saúde estão afastados no RS em razão do coronavírus

Levantamento de GaúchaZH mostra impacto da pandemia nos 18 maiores municípios

Enfermeira, Bruna é voluntária em Santa Cruz do Sul para ajudar a ampliar atendimento - Matheus Prestes / Secom


O avanço do coronavírus pelo território gaúcho está atingindo também os profissionais que estão na linha de frente do combate a doença. São 1.537 trabalhadores da área da saúde afastados por consequências da pandemia nas 18 maiores cidades do Rio Grande do Sul. Os servidores são ligados a prefeituras e duas das principais instituições de saúde pública da Capital: Complexo Hospital Conceição (GHC) e Hospital de Clínicas. Deste total, 40 já testaram positivo para covid-19 e 669 apresentam sintomas de gripe ou pneumonia.


O levantamento foi feito por GaúchaZH na quarta (1º) e quinta-feira (2) e o resultado está no quadro abaixo. Foi enviado um questionário com oito perguntas idênticas para as 18 prefeituras e os dois hospitais solicitando o número de profissionais afastados por envolvimento com as consequências ligadas ao coronavírus, como grupos de risco, sintomas de gripe, suspeita e confirmação da doença. Todos responderam, mas nem todos apresentaram o mesmo grau de detalhamento, alegando restrições de tempo devido ao grande fluxo de trabalho exigido pela pandemia.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer