Publicidades

03/09/2020 | 21:07 | Esporte

Grêmio perde para o Sport na Arena e fica perto da zona de rebaixamento no Brasileirão

Equipe pernambucana marcou com Patric e Iago Maidana; Pepê descontou para o Tricolor

André Ávila / Agencia RBS


O Grêmio teve uma atuação decepcionante na noite desta quinta-feira e foi derrotado pelo Sport por 2 a 1, na Arena, pela 7ª rodada do Brasileirão. Os gols pernambucanos foram marcados pelo lateral-direito Patric e pelo zagueiro Iago Maidana. Pepê descontou.


Com o resultado negativo, o Tricolor chega ao quinta jogo sem vitória no campeonato. O Grêmio pode até mesmo entrar na zona de rebaixamento na próxima rodada se for derrotado pelo Atlético-GO no domingo, às 19h, em Goiânia.


Thiago Neves foi a surpresa na escalação do Grêmio. O camisa 10 ocupou a vaga de Jean Pyerre, que ficou no banco de reservas, assim como Pepê, que voltou a ser relacionado após o desconforto muscular sentido na ida da final do Gauchão contra o Caxias. Dessa forma, Everton ocupou o setor esquerdo do ataque.


Nem deu tempo de o Tricolor ameaçar o goleiro Luan Polli e o Sport abriu o placar na Arena. Aos 4 minutos, Betinho fez um lançamento às costas de Cortez e encontrou o lateral Patric, que finalizou de primeira para vencer Vanderlei e quebrar um jejum de três jogos sem marcar gol do time pernambucano no Brasileirão. 


O gol cedo era um balde água fria, mas também dava tempo para o Grêmio reagir. O problema foi a má atuação da equipe gaúcha. O Tricolor teve  posse de bola de 65% ao longo da primeira etapa, mas teve dificuldade para encontrar espaços para finalizar. Assim, a equipe abusou dos cruzamentos. Foram 23 apenas nos primeiros 45 minutos.


O Grêmio levou perigo pela primeira vez apenas aos 23. Sem espaço para entrar na área, Everton arriscou de média distância e mandou perto do gol pernambucano. A principal arma do ataque era o lateral Orejuela, que até acertou a trave em lance que chutou cruzado aos 26.


O Grêmio ainda correu o risco de ficar com 10 homens quando Lucas Silva, já amarelado, matou um contra-ataque e foi perdoado pelo árbitro Dyorgines de Andrade. Renato agiu rápido e sacou o volante aos 36 para a entrada de Jean Pyerre em uma troca que visou tornar a equipe mais agressiva. Jean Pyerre mal entrou e bateu uma falta que deu trabalho ao goleiro do Sport.


Apenas nos minutos finais foi que o Grêmio conseguiu realmente pressionar Thiago Neves então teve duas chances, uma de cabeça e outro com seu pé esquerdo, mas mandou ambas para fora.  


Renato Portaluppi fez mais uma mudança ofensiva no intervalo: Pepê no lugar de Cortez. Com isso, Everton passou a ocupar a lateral esquerda. O Sport voltou com duas trocas: Lucas Mugni e Leandro Barcia nas vagas de Jonatan Gómez e Elton. 


O Grêmio começou o segundo tempo pressionando o Sport. Pepê, logo aos 8 minutos, quase empatou. Ele bateu colocado e obrigou o goleiro Luan Polli a fazer uma bela defesa de mão trocada. Na sequência, Diego Souza tentou de bicicleta e mandou para fora.  


O Sport reagiu bem. Mesmo sem levar perigo a Vanderlei, a equipe pernambucana soube tirar a velocidade do jogo para diminuir a pressão do Grêmio. Renato respondeu com Isaque no lugar de um apagado Thiago Neves aos 17. 


Na sequência, quase veio o empate. Orejuela cruzou e encontrou Pepê completamente livre, mas atacante conseguiu mandar por cima com o gol aberto a sua frente.


A noite de pouca inspiração ofensiva do Grêmio teve também mais uma falha defensiva. Aos 26, após erro de Orejuela, Jean Pyerre deu um bote errado na área e cometeu pênalti. O zagueiro Iago Maidana bateu sem chances para Vanderlei e ampliou: 2 a 0.


O Grêmio até conseguiu reagir rápido. Aos 31, Robinho, que havia acabado de entrar no lugar de Alisson, deu um belo passe para Pepê, que dessa vez não perdeu. Ele bateu na saída do goleiro para descontar: 2 a 1.


O gol de Pepê deu ânimo para o Tricolor, que voltou a pressionar o Sport, mas não conseguiu o segundo gol para, pelo menos, empatar o jogo.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer