Publicidades

25/09/2020 | 07:41 | Geral

Um dos cardeais mais influentes do Vaticano renuncia misteriosamente

Angelo Becciu havia servido por sete anos como substituto da Secretaria de Estado, um dos mais importantes cargos administrativos da Santa Sé

Becciu liderava desde 2018 a área da Santa Sé encarregada de investigar e decidir sobre as beatificações e canonizações - ANDREAS SOLARO / AFP


Um dos cardeais mais influentes do Vaticano, o italiano Angelo Becciu, renunciou nesta quinta-feira misteriosamente a seu cargo na Santa Sé, que não explicou o ocorrido.


"O Santo Padre aceitou a renúncia ao cargo de Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos e a seus direitos vinculados ao cardinalato apresentada por Vossa Eminência, o cardeal Giovanni Angelo Becciu", anunciou na noite de hoje a Santa Sé.


Após uma carreira de núncio (embaixador), o prelado italiano havia servido por sete anos como substituto da Secretaria de Estado, um dos mais importantes cargos administrativos do Vaticano, em contato constante com o Papa Bento XVI e, posteriormente, o Papa Francisco.


Recém-ordenado cardeal no verão local de 2018 pelo Papa Francisco, Angelo Becciu tomou as rédeas da administração da Santa Sé encarregada de investigar e decidir sobre as beatificações e canonizações.


A renúncia de Becciu aos 72 anos é prematura, segundo os costumes da Igreja, e parece uma punição. O curto comunicado divulgado pelo Vaticano assinala que Becciu continua como cardeal, mas perde todos os direitos vinculados a esta função, principalmente a possibilidade de eleger um novo Papa durante um conclave ou assessorar o atual pontífice.


O nome do cardeal foi citado em diversas ocasiões dentro de uma investigação, lançada há um ano, sobre acordos financeiros para a compra de um imóvel em um bairro londrino de alto padrão. O processo de compra começou em 2014, quando Becciu ainda ocupava a Secretaria de Estado, administração central da Santa Sé que decidiu fazer o investimento.


No começo do ano, o cardeal defendeu em entrevistas a validade da compra imobiliária.

Fonte: Gaúcha ZH

Mais notícias desta categoria

Publicidades


Mario Junior designer